Filosofia

Os principais pilares da nossa filosofia de investimentos são:

Análise Fundamentalista

Investimos em ações como se estivéssemos comprando participações em empresas não negociadas em bolsa. Para isso, fazemos uma análise profunda das perspectivas de negócio das companhias alvo e da relação risco/retorno dos investimentos.

Somos value investors. Somente investimos em empresas cujas cotações estejam significativamente descontadas em relação ao seu valor justo.

Foco em small-caps

Geramos a maior parte de nossas ideias de investimento entre empresas de menor valor de mercado e de baixa liquidez (small-caps). Acreditamos que o foco nesse universo de empresas aumenta nossas chances de termos uma rentabilidade diferenciada por dois motivos:

(i) as small-caps são menos acompanhadas pelo mercado, algo que torna mais frequentes as distorções entre cotações das ações e valor justo dessas empresas.

(ii) as small-caps tendem a ser descontadas em relação às empresas de maior liquidez, uma vez que muitos participantes de mercado tem dificuldade em investir nessas ações.

Horizonte de longo-prazo

Em nossos investimentos temos sempre uma perspectiva de longo-prazo. Somente nesse horizonte de tempo podemos ter a convicção de que deverá haver uma convergência entre as cotações das ações e o valor justo das empresas.

Um fator determinante para que possamos efetivamente exercer a visão de longo-prazo é o fato de termos uma base de investidores que possui a mesma paciência e confiança na filosofia de investimentos que nós, gestores, temos.

Conhecimento profundo das empresas investidas

Estudamos a fundo as empresas investidas. Nossas fontes de informação vão além da própria empresa e dos relatórios de mercado.

Estamos frequentemente checando nossas teses de investimento com outros participantes das indústrias das companhias investidas, como concorrentes, clientes e fornecedores. Em nossos investimentos, procuramos gerar relacionamentos de longo-prazo com acionistas e administradores.

Seletividade

Somos muito exigentes em relação aos atributos objetivos e subjetivos que uma empresa deve ter para se tornar um investimento nosso. Como poucas empesas preenchem todos os nossos requisitos, temos uma carteira mais concentrado do que a média dos fundos de ações.

Nas empresas que investimos buscamos:

  • Bons negócios (altos retornos sobre capital, barreiras de entrada, diferenciais competitivos, perspectiva de crescimento, previsibilidade)
  • Valuations atrativos
  • Gestão competente
  • Alinhamento de interesses com os principais acionistas e com a gestão da empresa